PRINCIPAL

NOTÍCIAS LITERÁRIAS E AFINS

 

 

 


 

 

Dezembro

 

Memória repartida, romance de Getúlio Marcos Pereira Neves, marca sua estreia no gênero. Passado na Vila, uma referência a Colatina de outros tempos, é um volume organizado por um diligente senhor de boa vontade, o qual, tendo recebido da aflita mãe de um ex-aluno um volume amarrado com uma fita, trata de dar-lhe ordem e luz. Essa espécie de curador, um literato, trata de dar forma ao enredo, esperançoso de encontrar em seu restrito círculo literário a acolhida ao livro. Boas surpresas aguardam o leitor nesse primeiro romance de Getúlio Neves. É conferir.

 

 

 


 

Dois, aliás, três de Elmo Elton

 

De uma tacada só, a Academia Espírito-santense de Letras republica três livros de Elmo Elton.

 

Em convênio com a Prefeitura Municipal de Vitória, o volume 23 da Coleção José Costa traz dois livros: Velhos templos e Tipos populares de Vitória, que resgatam "para as novas gerações, as pesquisas, a memória e o amor desse grande capixaba sobre sua cidade natal, Vitória".

 

O outro livro, Anchieta e outros temas capixabas, foi publicado em convênio com a Secult, com 20 sonetos sobre Anchieta e outros poemas, inclusive inéditos.

 


 

Duas antologias

 

A coleção Escritos de Vitória, criada por Adilson Vilaça, Pedro J. Nunes, Joca Simonetti, Sérgio Blank e Luciana Vellozo nos anos 1990, chega ao número 29, alcançando o posto da mais longeva série de livros com publicação de autores capixabas inéditos e consagrados. Publicação da Academia Espírito-santense de Letras em convênio com a Prefeitura Municipal de Vitória.

 

Já o livro Quem é você mulher? é uma antologia organizada pela Academia Feminina Espírito-santense de Letras, com textos em prosa e poesia voltados à mulher, escritos por nada menos que trinta e uma mulheres.

 


 

Revista da Academia Espírito-santense de Letras, novembro de 2014, com escritos de vários acadêmicos, entre os quais destacam-se Breve histórico da Academia Jovem Espírito-santense de Letras, de Anaximandro Amorim, A literatura feita no Espírito Santo nos últimos 20 anos (1994-2004), de Francisco Aurélio Ribeiro e Marien Calixte, o doce imortal, de José Roberto Santos Neves

 

 

 

 

 


 

Lançamentos Secult 2014

 

Resultado dos editais para publicação de livros 2013, a Secult lançou, em 13 de novembro de 2014, dezoito novos livros dos mais diversos gêneros, com distribuição gratuita para os presentes.

 

A sacola de livros incluía ainda o livro Anchieta e outros temas capixabas, de Elmo Elton (publicação em convênio com a Academia Espírito-santense de Letras), mais a revista da AEL.

 

O lançamento aconteceu na Biblioteca Pública do Espírito Santo, na Praia do Suá, em Vitória.

 

Eis os livros:

 

A menina cão, Lorena Lima, infantojuvenil

 

Aboio de fantasmas, Andréia Delmaschio, conto e memória

 

As ruas das nossas vidas, João de Andrade Matos, conto

 

Autorretrato em notas de rodapé, Rubiane Maia, poesia, conto

 

Calendário, Jorge Verly, poesia

 

Cantador, Andra Valladares, infantojuvenil

 

COM fissões, Josely Bittencourt, poesia

 

Contos da ilha de Santonio, Silvio Alencar e Henrique Gonçalves, história em quadrinhos

 

Córrego da brisa, Ayrton J. Santos, conto

 

Entre dois vetores, Lino Machado, poesia

 

Escaras e decúbitos, Mara Coradello, conto

 

Inventário dos olhos, Rodrigo Leite Caldeira, poesia

 

Irmãos de leite, Vitor Vogas, poesia

 

O chapéu da aba furada, Giandro Gomes, conto

 

O donatário: a saga da colonização do Espírito Santo, Jovany Sales Rey, romance histórico (volume

     I da trilogia Uma terra no fim do mundo)

 

O piano à imagem do deserto, Marcos Ramos, conto

 

O sismo particular, Herbert Farias, conto

 

Submersa, Flávia Carpanedo Monteiro, conto

 


 

Dois prosadores, ótimas promessas

 

O primeiro é Yan Siqueira, que além de membro fundador da Confraria dos Bardos, publica seu primeiro volume de contos, Yanni. Os contos tratam de cárcere, loucura, amor, questionando padrões sociais de gênero e sexualidade.

 

Em seguida, o romance Classe média baixa, do jovem escritor Wagner Silva Gomes. Ambientado em favelas, o romance pretende lançar um novo olhar sobre as favelas capixabas.

 

Ambos os escritores são professores de literatura.

 


 

Livros de David Rodrigues da Rocha, Folhas de castanheira (2014), com ilustrações de Juliermes Rodrigues de Souza, pertence ao gênero infantojuvenil, enquanto Imperfeições (2011) é um volume de poesia. Os livros foram publicados com recursos da Lei João Bananeira, incentivadora da produção cultural dos cariaciquenses, onde reside e trabalha o autor como bibliotecário.

 

 

 

 


 

Novembro

 

Viajamos para viver - Fernando Augusto

 

O livro

 

A invenção da paisagem: Amazônia, livro de Fernando Augusto, mostra desenhos, fotografias e anotações da viagem que o artista fez à Amazônia, navegando de Manaus (AM) e Porto Velho (RN) em um navio hospital da Marinha Brasileira com objetivo de “desenhar os diversos cenários amazônicos”. O livro é parte do projeto “Viajamos para Viver”, vencedor do edital de exposição itinerante da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que seguirá, a partir de 18 de setembro até fevereiro de 2015, pelas cidades de Ibiraçu, Santa Teresa, Viana, Cachoeiro de Itapemirim e Santa Maria de Jetibá.

 

A exposição

 

A exposição com desenhos de Fernando Augusto mostra um recorte da produção de desenhos do artista realizados durante e a partir de sua viagem à Amazônia em 2012. O projeto aprovado pelo Edital 012 da Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo e viabilizado pelo Funcultura, consiste na apresentação de uma exposição de desenhos de

Várias dimensões do artista Fernando Augusto e na realização de encontros com professores de artes, alunos e artistas em cinco cidades do estado do Espírito Santo. Essa exposição propõe uma viagem de descoberta por meio do desenho, do tempo, do movimento lento e constante da natureza; propõe o exercício do descobrimento e encantamento por meio da experiência de uma nova forma de olhar a realidade, a fim de reinventá-la. Desejamos uma excelente viagem.

 

Do texto de Raquel Baelles, curadora

 

 

Ibiraçu, 18.9 a 10.10

 

Data de abertura: 18.9 às 18h

Encontros: 18.9 às 15h e 10.10 às 10h

Complexo Cultural Roque Peruch, av. Conde D’Eu, s/n, Centro

Aberta de 8h às 11h e de 12h às 17h30min de segunda a sexta-feira

Contato: (27) 3257.0521

 

Santa Teresa 14.10 a 7.11

 

Data de abertura: 14.10 às 18h

Encontros: 14.10 às 15 e 7.11 às 10h

Casa da Cultura, av. Getúlio Vargas, 121, Centro

Aberta de 7h30min às 11h e de 12h30min às 17h de segunda a sexta-feira

Contato: (27) 3259.1808

 

Viana – 11.11 a 7.12

Data de abertura: 11.11 às 18h

Encontros: 11.11 às 15h e 6.12 às 10h

Galeria de Arte Casarão, r. Getúlio Vargas, s/n, Centro

Aberta de 10h às 18h de segunda a sexta-feira

Contato: (27) 3255.1196

 

Cachoeiro de Itapemirim

Data de abertura: 9.12 às 19h

Encontros: 9.12 às 15h e 10.12 às 10h

Sala Levino Fanzeres, Palácio Bernardino Monteiro, 32, Centro

Aberta de 8h às 18h de segunda a sexta-feira

Contato (28) 3155.5221

 

Santa Maria de Jetibá – 10.2 a 6.3

Data de abertura: 10.2 às 19h

Encontros: 10.2 às 15h e 6.3 às 10h

Praça Florêncio Augusto Berger, Centro

Aberta de 7h30min às 11 e de 12h30min às 17 de segunda a sexta-feira

Contato: (27) 3263.4863

 


 

Anteriores a novembro de 2014

 

Segundo livro do escritor Jorge Solano, que já publicou um livro de poemas, 7 quase contos é o novo lançamento da Editora Cândida, do qual diz ser um livro leve, repleto de humor e ironias, longe de ser superficial. Agradável à leitura, não exime o leitor de pensar.

 

Mais informação sobre o livro:  

 

E-mail da editora: candidaeditora@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/editoracandida

 


 

O livro Patrulha da madrugada, de Álvaro José Silva, conta um capítulo da história da aviação no Espírito Santo.

 

Palavras do autor: As histórias que estão sendo cotadas nas páginas de Patrulha da Madrugada – o início da aviação no Espírito Santo sempre me apaixonaram. Ouço-as desde criança, em conversas com meu pai, Nelson de Albuquerque Silva, ou em relatos de outras pessoas, geralmente pilotos. São histórias de aviação e de aviadores. Histórias de idealistas e sonhadores, claro.

 

Leia mais clicando aqui.

 

Contato com o autor: alvaro@rscom.com.br.

 


 

Lançamento da Nova Alexandria e da Editora Claridade, foi colocada à disposição do público a Coleção Biblioteca Capixaba.

 

O Espírito Santo é um Estado cuja riqueza histórica é refletida em sua cultura de vários matizes. Apesar de sua pequena extensão territorial — é o quarto menor Estado do Brasil —, sua diversidade cultural e étnica ajuda a entender um pouco do lugar que mereceu, no romance clássico de Graça Aranha, chamado de Canaã, a terra prometida dos hebreus. Da antiga capitania governada pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho até os dias de hoje há muita história para contar do Estado que foi chamado pelo cartunista mineiro Ziraldo de “o ateliê de Deus”. Um pouco desta história está retratada na coleção Biblioteca Capixaba, publicada pela Editora Nova Alexandria, que reúne desde infantojuvenis até abordagens históricas, novelas, romances e biografias, com ênfase na interdisciplinaridade e na interface entre história e literatura.

 

Os títulos são:

 

Os povos que formaram a minha Terra 1 - Francisco Aurelio Ribeiro

Os povos que formaram a minha Terra 2 - Vanda Luiza Souza Netto

Que panela esquisita, Vovó Rita! - Ercília Simões Braga

Canaã em cordel - Geraldo Amâncio

História de uma escadaria - Neuza Jordem Possatti

Meu querido diário - Fabiano Moraes e Yedda de Oliveira

Luta armada no Brasil - Vitor Amorim de Angelo

Lendas do folclore capixaba - Marco Aurélio

Duas histórias fascinantes - Luiz Guilherme Santos Neves

De história em história se fez Vitória - Luiz Guilherme Santos Neves

Amigos da Terra - Silvana Pinheiro Taets

Nos passos de Anchieta - Francisco Aurelio Ribeiro

 

Clique aqui e leia mais.

 


 

No ar o site dedicado ao "Projeto de conservação do acervo de negativos de vidro do fotógrafo Francisco Seibel", projeto desenvolvido em parceria com o Núcleo de Conservação e Restauração da Universidade Federal do Espírito Santo com apoio da Secretaria de Estado da Cultura - Secult. 

 

 

Visite o site.

 

 

 

 

<< ANTERIOR .:. PRÓXIMA >>

 

VOLTAR


     © 2005 Tertúlia

     Direitos reservados

Site de utilidade pública, sem fins lucrativos