PRINCIPAL

LIVROS

 

 

 

 


 

 

 

 

Queimado: a insurreição que virou mito

2ª edição

Luiz Guilherme Santos Neves

Cultural & Edições Tertúlia, 2012

64 páginas, 21cm

ISBN 978-85-99380-06-2

 

Disponível para venda diretamente com o site: clique aqui.

Preço: R$ 22,00 (com frete incluso - PAC)

 

Em 1849, na localidade do Queimado, na Serra, ocorreu, no período da escravatura no Espírito Santo, um dramático levante de negros: a Insurreição do Queimado. Mergulhado em esquecimento na História do Brasil, a insurreição sobrevive no imaginário da gente capixaba, em especial no do povo serrano.


Tomando por base o livro de Afonso Cláudio que tratou da insurreição baseado em fontes primárias, com acréscimos de informações documentais que foram a ele anexadas em edição subsequente à primeira, de cuja elaboração participou, o historiador e escritor Luiz Guilherme Santos Neves
, que já se debruçou sobre o tema anteriormente, e por duas vezes (em Queimado: documento cênico e no romance O templo e a forca), dá uma notável contribuição ao conhecimento do episódio ao expor sobre ele, neste livro, sob o casamento perfeito do historiador e do professor que é, destinando o livro ao público em geral, que nele encontrará precisa informação, mas principalmente ao aluno do ensino fundamental, carente de bibliografia sobre a história do estado onde vive.

 

Em Queimado: a insurreição que virou mito, ao adotar uma abordagem narrativa, Luiz Guilherme Santos Neves acertou em cheio, dando à leitura do texto uma fluência cujo mecanismo só os grandes escritores dominam. E o melhor de tudo: a informação histórica é precisa e ilustrada com farta relação e transcrição de documentos. Além disso, o livro é totalmente ilustrado, o que o torna ainda mais atraente para o aluno.

 

Além disso, o livro tem por base o livro A insurreição do Queimado, obra de Afonso Cláudio que é a maior fonte de informação sobre o trágico acontecimento, escrita a partir dos documentos existentes e de depoimentos colhidos pessoalmente pelo autor de pessoas que viveram naquela época e tinham dela vívidas lembranças.

 

Este lançamento marca também o surgimento de uma coleção voltada ao estudo das coisas do nosso estado, Memória Capixaba, da qual é apenas o primeiro número, idealizada por Luiz Guilherme Santos Neves e Pedro J. Nunes e orgulhosamente dedicada a Renato Pacheco.

 


MAIS

 

- Veja amostra do livro no Issuu: clique aqui.

 

- Leia matéria sobre o lançamento em A Gazeta.

 

Clique aqui para acessar o índice do catálogo

 

VOLTAR


     © 2005 Tertúlia

     Direitos reservados

Site de utilidade pública, sem fins lucrativos