Milson Henriques

Em Vitória desde 1964, Milson Henriques nasceu em São João da Barra em 1938. Adotou a cidade como sua e viveu boa parte da história recente da capital do Espírito Santo. Por seu apego à cidade, recebeu os títulos de Cidadão Capixaba e Cidadão Espírito-santense.

Sua atividade é diversificada: escritor, jornalista, ator, diretor, poeta, desenhista e chargista. Trabalhou na Rede Gazeta durante quinze anos. No jornal A Gazeta foi chargista e ilustrador, na TV Gazeta apresentou, durante cinco anos, um programa infantil (apresentaria por mais dois anos na TV Tribuna). Realizou em Vitória diversos festivais de música, cinema e teatro. É criador de uma das mais conhecidas personagens das tirinhas capixabas, a simpaticíssima e solteirona Marli.

Recebeu vários prêmios de poesia, crônicas, contos e cartazes, entre eles a Medalha Olavo Bilac, oferecida pelo Exército Nacional “pelo trabalho em prol das crianças capixabas”. Pelo mesmo motivo foi indicado pelo MEC para o Prêmio Internacional Marconi.

Dá aula de teatro na Fafi desde 1999, em especial para pessoas da terceira idade.

Dirigiu o Teatro Estúdio e o Teatro Municipal de Vila Velha.

No Festival Nacional de Teatro de Guaçuí seu espetáculo O boom da poluição, já premiado anteriormente, levou sete prêmios em 2003. Em 2004 seu Festival na insetolândia foi ganhador de 06 prêmios.

Sua vida e obra foram tema de escola de samba em Vitória no ano 2000.

FECHAR

 

© 2005 Tertúlia. Todos os direitos reservados.