PRINCIPAL

BIOGRAFIAS

 

 

 

 


 

 

Miguel Marvilla

 

Miguel Arcanjo Marvila de Oliveira é capixaba de Marataízes, onde nasceu em 1959. Desde os cinco anos residindo em Vitória, muito precocemente começou a escrever poemas, publicando em 1979 seu primeiro livro, De amor à política, edição mimeografada em conjunto com o “irmão íntimo” Oscar Gama Filho. Edições mimeografadas tiveram também A fuga e o vento e Exercício do corpo. O autor publicou vários livros de poesia e um livro de contos, Os mortos estão no living

Além de escritor premiado e uma das mais altas vozes da poesia produzida no Espírito Santo, Miguel Marvilla dedicou-se também à fotografia, ao teatro (dirigindo e atuando) e à edição. Seu trabalho como editor começou com uma série publicada no início da década de 1990 pela Prefeitura de Vitória, a coleção Palavras da cidade, que chegou a três números e publicou escritores inéditos ao lado de escritores consagrados. Em 1996 assumiu a edição da revista Você, publicada pela Secretaria de Produção e Difusão Cultural da Ufes. Finalmente, em 2000, cria, em conjunto com o amigo Christoph Schneebeli, a editora Florecultura, publicando considerável quantidade de livros de reconhecida qualidade. 

Miguel Marvilla faleceu em outubro de 2009.


- Clique aqui para ver a bibliografia do autor.

 

- Os mortos estão no living (impressões de leitura), por Pedro J. Nunes.

 

- Enfim, o precipício, por Andréia Delmaschio.

 

- Comentário crítico à obra de Miguel Marvilla, por Joana Darc Batista.

 

- Miguel Marvilla, o autor de Dédalo no centro do labirinto, por Joana Darc Batista.

 

 

 

 

 

 

 

VOLTAR


     © 2005 Tertúlia

     Direitos reservados

Site de utilidade pública, sem fins lucrativos